Páginas

28 julho 2021

Textual description of firstImageUrl

Recenseamento 2021: 290 Montalvanenses

28 julho 2021 0 Comentários

APURAMENTO PRELIMINAR DO ÚLTIMO RECENSEAMENTO


Em 2021 foram recenseados 177 mulheres e 133 homens residentes na freguesia, num total de 290 montalvanenses/salavessenses. Há dez anos (em 2011) eram 442, o que representa uma redução de 34.4 por cento, ou seja, em dez anos a freguesia perdeu um terço dos seus habitantes. 


A freguesia tem perdido cerca de 15 habitantes por ano no século XXI. Chegou a perder uma média de 78 habitantes por ano, na década de 60, mas a diminuição por haver menos habitantes tem agora maior impacte, embora entre 1960 e 1970 também tenha diminuído "um terço" tal como entre 2011 e 2021. A diminuição mais drástica ocorreu nos Anos 50 e 60 com a partida de cerca de 1 200 montalvanenses/salavessenses, um tema que será desenvolvido em breve, neste blogue, com o título «Ínclita Geração Montalvanense» quando cerca de 500 casais e mais uns tantos solteiros/solteiras decidiram recusar que eles, mas principalmente os seus descendentes, tivessem um nível de vida semelhante aos seus antepassados com cinco/seis séculos de servidão. 



Uma freguesia com 290 habitantes (resta esperar pelos resultados definitivos) mas em 2011 havia 65 por cento de população com 60 ou mais anos. Estes valores devem ter aumentado. A população com 60 ou mais anos deve ser, em 2021, cerca de 75/80 por cento. Em cada dez habitantes, oito têm 60 ou mais anos. 


O Concelho de Nisa tem, em 2021, 5 951 habitantes, menos 20 por cento (perdeu "um quinto") de habitantes, pois em 2011, a população residente no concelho totalizava 7 450 pessoas. Numa década (2021/2011) a população diminuiu 1499 pessoas, com menos 755 mulheres e menos 744 homens.



COMPARATIVO

A União de freguesias de Nisa (Espírito Santo e Nossa Senhora da Graça) e Pé da Serra (São Simão) tem, em 2021, uma população de 2 998 pessoas. A população calculada para a freguesia de Montalvão, entre 1947 e 1948 andaria por cerca de 3 mil - em 1940, foram recenseadas 2 649 pessoas - continuou a aumentar até final da década de 40 pois em 1950, a freguesia contava com 2 649 pessoas (apenas menos 23 habitantes numa década significa que diminuiu nos últimos três/quatro anos). Nisa e Pé da Serra têm, em 2021, praticamente o mesmo número de habitantes da freguesia de Montalvão em 1947/1948, contando em final dos Anos 40 com cinco núcleos populacionais: Montalvão, Salavessa, Santo André, Monte do Pombo e Vale Figueira. 


Distrito de Portalegre tem, em 2021, 104 989 habitantes, menos 11 por cento (perdeu "um décimo") de habitantes, pois em 2011, a população residente no distrito totalizava 118 506 pessoas.


No Distrito de Portalegre mais de metade da população (55,6 por cento) reside em três localidades: Portalegre, Elvas e Ponte de Sor. Todos os quinze concelhos perderam população desde Nisa (20,1 por cento) a Campo Maior (4,9 por cento).




A grandeza e compacto de uma povoação singular está em ter 876 edifícios (casas) em cerca de dois mil metros de arruamentos. Entre 2011 e 2021 os serviços do INE "abateram" apenas três edifícios (eram 879 em 2011). Para não ser considerado edifício não chega deixar de ter telhado. É necessário ser removido ou haver derrocada das empenas.


Montalvão fundado em território da "Ordem dos Templários", entre 1298 e 1313, dificilmente não teria em meados do século XIV um número de habitantes aproximado das três centenas tendo em conta o território atual (12 400 hectares) e até devia ser maior pois Casalinho (Cedilho) devia estar incluído no território montalvanense, mesmo que não correspondesse ao atual «Ayuntamento de Cedillo» não seria muito menor como já se escreveu (clicar).


Para cada um "fazer as suas contas" o portal do INE (clicar)


(em atualização)




0 comentários blogger

Enviar um comentário