Páginas

26 abril 2020

Textual description of firstImageUrl

Minha Aldeia

26 abril 2020 + 2 Comentários
LÁ BEM NO ALTO. AO ALTO.
o



Uma aldeia centenas de anos isolada, numa espécie de ilha rodeada de terra, vendo-se ao longe montes e serranias, de Portugal a Espanha e por baixo ribeiros, barrancos e regatos. Sobreiros, oliveiras, silvas e xaras. Muros, azinhagas e serventias. Fontes, chafarizes e poços. Lajes, canchos e ponedros. Casas caiadas, barras azul e ocre. Desenvolveu-se uma cultura muito peculiar, resultado de tanto isolamento e alheamento. Resistiu sempre.


Minha Aldeia

Ó minha aldeia velhinha
Ó minha antiga casinha
Ó meu berço d' embalar
Como tudo era diferente
Ouvia-se antigamente
Os rapazes a cantar

Pois o tempo já mudou
E para sempre ficou
A doce lembrança minha
Os rapazes a cantar
Ó meu berço d' embalar
Ó minha aldeia velhinha

Pois o tempo já mudou
E para sempre ficou
A doce lembrança minha
Os rapazes a cantar
Ó meu berço d' embalar
Ó minha aldeia velhinha
Ó
Ó minha aldeia 
Ó mocidade 
Ó minha aldeia 
Ai saudade
A
Ó minha aldeia 
Ó mocidade 
Ó minha aldeia 
Ai saudade 
..........................................

Foi-se embora a mocidade
Foi-se embora a mocidade
Ficou a minha paixão
Quem não há-de ter saudade
Quem não há-de ter saudade
Dos tempos que já lá vão


Ó minha aldeia velhinha
Ó minha antiga casinha
Ó meu berço d' embalar
Como tudo era diferente
Ouvia-se antigamente
Os rapazes a cantar

Hoje o tempo já mudou
E para sempre ficou
A doce lembrança minha
Os rapazes a cantar
Ó meu berço d' embalar
Ó minha aldeia velhinha

Hoje o tempo já mudou
E para sempre ficou
A doce lembrança minha
Os rapazes a cantar
Ó meu berço d' embalar
Ó minha aldeia velhinha

Ó minha aldeia 
Ó mocidade 
Ó minha aldeia 
Ai que saudade
A
Ó minha aldeia 
Ó mocidade 
Ó minha aldeia 
Ai que saudade 

A
Ó minha aldeia 
Ó mocidade 
Ó minha aldeia 
Ai que saudade 

Assim vai Montalvão...

NOTA: Agradecimento ao "Trio Alentejo" (Manuel Agostinho, Pinto Machado e Vítor Paulo) pela cedência do tema musical do disco «Sucessos do Alentejo»



2 comentários blogger
  1. Bela terra. Nunca mais me esqueço duma sopa de peixe que lá comi. Soberba.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Belíssima (aldeia) e bem boa (sopa de peixe do rio Sever).

      Eliminar