Páginas

28 janeiro 2022

Textual description of firstImageUrl

Nisa: Concelho Rosa

28 janeiro 2022 0 Comentários

QUE PERTENCE AO CÍRCULO ELEITORAL - EM 20 (EXCLUÍDO OS DOIS DA EMIGRAÇÃO) - COM MENOS DEPUTADOS ELEITOS.



Apenas dois. Menos um que Beja, Bragança e Évora. No Interior, Castelo Branco tem quatro. Menos 46 que Lisboa, menos 38 que o Porto e menos 17 que Braga. Etecetra e tal... 


Redução do número de deputados (4, 3 e 2)

São estes os números que o concelho de Nisa tem para contar e votar. O Círculo Eleitoral de Portalegre começou por ter quatro deputados (1975, 1976, 1979, 1980 e 1983). Seguiram-se três (1985, 1987, 1991, 1995, 1999 e 2002). Atualmente conta com dois: 2005, 2009, 2011, 2015 e 2019. A Assembleia da República começou por ter 250 deputados (1975) passando a 263 (1976) voltando a 250 eleitos até 1987 e nas eleições de 1991 e seguintes o numero é de 230 deputados. 

Há dois anos, com o Partido Socialista (PS) a dominar

Todas as sete freguesias votaram maioritariamente no PS, com o Partido Social Democrata (PPD/PSD) em segundo lugar exceto Santana - CDU em segundo lugar - que colocou o PPD/PSD em terceiro lugar.


AS SETE FREGUESIAS DO CONCELHO DE NISA NAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS 2019 (TRÊS FORÇAS POLÍTICAS MAIS VOTADAS)

Freguesias

N.º

Eleitores

1.ª

2.ª

3.ª

FP

%

FP

%

FP

%

TOTAL

5 869

PS

48.51

PSD

19.18

CDU

11.07

ES, NSG e SS *

2 906

PS

47.40

PSD

19.59

CDU

11.37

Alpalhão

978

PS

44.79

PSD

25.10

CDU

07.53

Tolosa

773

PS

49.78

PSD

17.69

CDU

10.48

Arez + Amieira Tejo

377

PS

50.66

PSD

14.54

CDU

12.78

Montalvão

313

PS

56.80

PSD

13.61

CDU

11.24

Santana

292

PS

56.38

CDU

18.09

PSD

07.45

São Matias

230

PS

46.32

PSD

27.94

CDU

10.29

NOTAS: * União das freguesias de Espírito Santo, Nossa Senhora da Graça e São Simão: PS – Partido Socialista; PSD – Partido Social Democrata (PPD/PSD); CDU – Força política «Coligação Democrática Eleitoral» constituída pelo Partido Comunista Português (PCP) e pelo Partido Ecologista “Os Verdes” PEV: Partido Ecologista “Os Verdes”)

Votações acima de 52 por cento
Com Santana a registar a menor abstenção (35.62 por cento) e Alpalhão a menor afluência no ato eleitoral, em 6 de outubro de 2019, com 52.97 por cento. O habitual.

AS SETE FREGUESIAS DO CONCELHO DE NISA NAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS 2019 (VOTANTES E ABSTENÇÃO)

Freguesias

Inscritos

Votantes

Abstenção

N.º

%

N.º

%

TOTAL

5 869

3 253

55.43

 2 616

44.57

ES, NSAG e SS *

2 906

1 557

53.58

 1 349

46.42

Alpalhão

978

518

52.97

460

47.03

Tolosa

773

458

59.25

315

40.75

Arez + Amieira Tejo

377

227

60.21

150

39.79

Montalvão

313

169

53.99

144

46.01

Santana

292

188

64.38

104

35.62

São Matias

230

136

59.13

94

40.87

NOTAS: * União das freguesias de Espírito Santo, Nossa Senhora da Graça e São Simão

Poucos mas (em princípio...) bons
Em 30 de janeiro de 2022, os escassos (mas suficientes pois cada um é o que é e pode ser...) os 5 694 eleitores têm este boletim (um semelhante mas real") para escolher os seus dois deputados, entre os 230 que vão tornar efetiva a XV Legislatura, e poder influenciar "de mansinho" a política em Portugal (clicar).

O boletim de voto que será o que os alentejanos do Distrito de Portalegre terão à sua disposição nas assembleias de voto, incluído, como evidente as duas Mesas Eleitorais, em Montalvão e Salavessa. Para os restantes círculos eleitorais (clicar para Comissão Nacional de Eleições)

Nas últimas eleições, para a Assembleia da República, em 6 de outubro de 2019, os resultados no "Concelho de Nisa" colocaram o PS (Partido Socialista) como força política mais votada: 48.51 por cento (1 578 votos). O PPD/PSD (Partido Social Democrata) com 624 votos (19.18 por cento) teve menos 952 eleitores a escolher esta força política em relação ao PS, ou seja, menos 29.33 por cento - cerca de um terço, um pouco mais, aproximadamente menos 39 por cento que o partido vencedor. Seguiu-se a «Coligação Democrática Unitária - CDU» constituída pelo Partido Comunista Português (PCP) e Partido Ecologista «Os Verdes» (PEV) com 360 votos correspondentes a 11.07 por cento. A  1 218 votos do Partido Socialista (menos 37.44 por cento) e a 264 eleitores (menos 8.11 por cento) da segunda força política mais votada, o Partido Social Democrata (PPD/PSD). Depois há ainda o Bloco de Esquerda (B.E.) com 212 votos (com 6.52 por cento dos eleitores). O CDS-PP (Centro Democrático Social-Partido Popular) obteve 109 votos, com 3,35 por cento das escolhas. As restantes doze forças partidárias estiveram todas abaixo da centena de votos, com sete inferior à obtenção de uma dezena de votantes. 


Os votos em branco - 77 (2.37 por cento) - superaram as doze forças partidárias menos votadas e os votos nulos - 65 (2.00 por cento) - as onze menos votadas logo "abaixo" do Partido CHEGA. Juntando os votos em branco e nulos - 142 (4.37 por cento) - quase "dobraram" a votação (72) da sexta força política mais votada Partido CHEGA e são quase metade dos votos (212) na quarta força mais escolhida, o «Bloco de Esquerda» (B.E.). Votaram 3 253 dos 5 869 cidadãos eleitores inscritos, ou seja, 55.43 por cento. A abstenção foi de 2 616 cidadãos votantes no Conselho de Nisa, ou seja, 44.57 por cento. Entre 2019 e 2022 há menos 175 eleitores, de 5 869 para 5 694, neste concelho de Portugal (clicar).


Eis o concelho do Círculo Eleitoral para o qual exercem o seu direito de voto os montalvanenses

0 comentários blogger

Enviar um comentário