Páginas

30 dezembro 2021

Textual description of firstImageUrl

Antes Que o Ano Acabe

30 dezembro 2021 0 Comentários

O I.N.E. (INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA) DIVULGOU MAIS INFORMAÇÃO DEMOGRÁFICA RELATIVA AO ÚLTIMO RECENSEAMENTO DA POPULAÇÃO.


A freguesia de Montalvão conta com 290 habitantes: oito crianças até aos 14 anos, catorze adolescentes até aos 24 anos, 95 adultos até aos 64 anos e 173 idosos com 65 ou mais anos!

DEMOGRAFIA

Em 2021 o grupo até 14 anos representa três por cento dos habitantes (8), o grupo entre 15 e 24 anos com 14 habitantes representa cinco por cento, o grupo entre 25 e 64 anos são 33 por cento dos habitantes (95) e o grupo com 65 ou mais anos (173 pessoas) são mais de metade da população, ou seja, 59 por cento. Como existiu um decréscimo populacional elevadíssimo, na última década, de 442 para 290 habitantes, até houve um rejuvenescimento - oito por cento (22 pessoas) têm menos de 25 anos e em 2011 eram sete por cento (31 pessoas) mas neste caso é mesmo as aparências iludem. Na freguesia de Montalvão há para cada jovem até aos 14 anos...cerca de 22 idosos com 65 ou mais anos. Nem se consegue analisar, demograficamente, a freguesia por haver diferenças abissais. 




Ainda falta conseguir distribuir os grupos etários por género (ou sexo). Em 2011, havia igualdade no grupo mais jovem (8+8), mais uma rapariga no grupo entre os 15 e 24 anos (6 + 7), menos dez mulheres no grupo adulto, entre os 25 e os 64 anos (73 + 63) e muito mais idosas, mais 57 com 65 ou mais anos (109 + 166). Em 2021, será de esperar que havendo muito menos habitantes a tendência seja para haver cada vez mais equilíbrio, mas só vendo os números quando forem divulgados os resultados definitivos.




Na freguesia de Montalvão dominam os casados: 54 por cento homens (72 casados) e 41 por cento mulheres (65 casadas). Solteiros: 31 por cento nos homens (41 solteiros) e 16 por cento nas mulheres (25 solteiras). Divorciados com valores idênticos: dez divorciados (sete por cento) e oito divorciadas (cinco por cento). Desde há muito, muito tempo que Montalvão é uma freguesia de viúvas: 59 (36 por cento) e dez viúvos (sete por cento) tanto quanto o número de divorciados.




O nível de instrução é melhor por um motivo simples - falecimento dos mais velhos que tinham um grau de escolaridade (nível de ensino) mais baixo:

Analfabetos: 32 (onze por cento) quando há dez anos eram 156 (35 por cento);

Escola Primária/Primeiro ciclo: 136 (47 por cento) para 188 (43 por cento) em 2011; 

Em 2011, oito em cada dez habitantes tinham menos que o segundo ciclo. Em 2021, são seis em cada dez. 

Ciclo Preparatório/Segundo ciclo: 34 (12 por cento) e 35 (oito por cento) há uma década;

Nono ano/Terceiro ciclo: 39 (13 por cento) e 41 (nove por cento) há dez anos;

Décimo segundo ano e ensino não superior: 36 (13 por cento) e 17 (quatro por cento) em 2011;

Ensino Superior: 13 (quatro por cento) com apenas um por cento (5) há uma década.



AGREGADOS

Entre 2011 e 2021, mantém-se o agregado institucional (Lar da «Vila») havendo uma redução dos "privados", ou seja, dos núcleos familiares, em 36 por cento, de 231 para 147. Grosso modo pode-se dizer que estão habitados 147 edifícios, dominando os que têm duas pessoas, depois os que estão ocupados por apenas uma, seguindo-se três, depois quatro e cinco ou mais são residuais.
As diferenças na composição (dimensão) dos núcleos familiares não se alterou muito numa década, embora tenham aumentado os que apenas têm um habitante: uma casa, uma pessoa.


ALOJAMENTOS

Entre 2011 e 2021, diminuíram dois alojamentos familiares, pois eram 878 e passaram a ser 876. O motivo podem ser mais do que um, desde derrocada a conversão noutra função, como garagem ou armazém, por exemplo. A diminuição dos alojamentos como residência habitual (de 231 para 147) e aumento de edifícios vagos (de 59 para 141) refletem três situações demográficas: forte diminuição da população (de 442 para 290 habitantes), envelhecimento dos habitantes (em 2011, 62 por cento tinham 65 ou mais anos) e agregados com poucas pessoas - uma ou duas - que numa década perderam os seus ocupantes. 




Na freguesia de Montalvão há cinco alojamentos arrendados: três com uma renda mensal entre cem e menos de 200 euros; e dois com renda mensal entre 200 e menos de 400 euros. 


Na freguesia montalvanense há 147 alojamentos que são habitual residência e outros que até podem ter encargos e estarem vagos ou serem considerados como habitação secundária. Mas...o INE só conseguiu obter informação referente a 142: cinco arrendados e 137 que são habitação própria de quem a habita. Há 118 (86 por cento) sem encargos. Depois há vários montantes como encargos mensais - geralmente referentes a empréstimos bancários ou financeiros - para cada alojamento com destaque para oito com encargos entre cem e menos de 200 euros, havendo mesmo dois com encargos superiores a mil ou mais euros por mês o que não deixa de ser um valor avultado tendo em conta a existência de tantas alojamentos vagos (141) muitos certamente para venda. Mas a estatística é estatística e os gostos são gostos. As necessidades outro tanto.




EDIFÍCIOS


Em 877 edifícios existentes na freguesia de Montalvão estão 841 em condições de habitabilidade, havendo dois que já não estavam habitáveis que foram abatidos (eram 38 passaram a ser 36)  pois houve uma diminuição de 879 para 877 edifícios, entre 2011 e 2021. A «Vila» mantém a padrão que tem desde a sua formação como povoado em final do século XIII: construção de um piso, depois dois pisos com «sobrecama» unifamiliar por vezes podendo ser ocupado por duas famílias: pais com um filho/filha casados habitando no mesmo edifício.




A informação relativa à antiguidade de construção confirma a grande expansão do povoado depois dos Anos 10 do século XX embora a informação disponibilizada contenha tanto edifícios existentes desde determinado período a outros que entretanto foram recuperados, utilizando o espaço ocupado pelo anterior, substituindo os existentes. Há 59 edifícios (sete por cento) anteriores a 1919, com a maioria dos edifícios (354) construídos entre 1919 e 1945 (40 por cento). 



Entre 1919 e 1980 - já com Montalvão muito reduzido em população - construíram-se 621 edifícios (71 por cento). Razão tinha o meu avô materno, nascido em 1905, quando uma vez - aí pelo início dos Anos 70 - me disse. "Netinho! Vi construir metade da «Vila»"! Curioso é na última década (2011-2021) haver três novas construções mas não se perceber que antes do anterior recenseamento (21 de março de 2011) ainda não existiam pois não são acrescentados, antes mantendo-se... 



A informação divulgada pelo I.N.E. foi obtida através do preenchimento de dois questionários referentes a 19 de abril de 2021:

INDIVIDUAL (clicar)

AGREGADO DOMÉSTICO E ALOJAMENTO (clicar)




Quem se quiser adiantar aqui tem a informação disponibilizada pelo INE (clicar)


Agora é esperar pela informação final - o "retrato demográfico" está baseado em resultados provisórios - com a publicação pelo INE dos resultados finais que será disponibilizado com dados estatísticos mais detalhados e pormenorizados, a todos os níveis.

0 comentários blogger

Enviar um comentário