Páginas

21 dezembro 2020

Textual description of firstImageUrl

Presidenciais 2006

21 dezembro 2020 0 Comentários

MONTALVÃO VOTOU EM ANÍBAL CAVACO SILVA PARA PRESIDENTE DA REPÚBLICA TAL COMO O RESTO DO PAÍS.



Em 22 de janeiro de 2006, o candidato mais votado foi Cavaco Silva, com 111 votos, correspondendo a 33,23 por cento dos 334 votos válidos em 341 votantes. Os votos nulos e brancos, sete em 2006 - não são contabilizados nas percentagens totais nas eleições para a Presidência da República. O segundo candidato mais votado foi Jerónimo de Sousa com menos 36 votos (22,46 por cento). Manuel Alegre teve 72 votos (21,56 por cento) com todos os seis candidatos a serem votados.



Os seis candidatos tiveram origem partidária.

Garcia Pereira foi apoiado pelo Partido Comunista dos Trabalhadores Portugueses (PCTP/MRPP). Cavaco Silva apoiado pelo Partido Social Democrata (PSD), Partido do Centro Democrático Social - Partido Popular (CDS/PP). Francisco Louçã teve o apoio do Bloco de Esquerda (BE) de que foi um dos organizadores e fundadores. Manuel Alegre concorreu sem apoio partidário mas é militante do Partido Socialista (PS). Jerónimo Sousa foi apoiado pelo PCP - PEV: Partido Comunista Português e Partido Ecologista "Os Verdes". Mário Soares foi apoiado pelo Partido Socialista (PS)


O Presidente da República foi eleito com 52,95 por cento dos votos (2 746 689 votos) com Manuel Alegre em segundo lugar, com menos 1 621 612 votos, correspondendo a 20,72 por cento da votação (1 125 077 votos). Mário Soares teve a terceira maior votação: 778 781 (14,34 por cento) menos 1 967 908 de votos que Aníbal Cavaco Silva. 



Próxima "paragem": Presidenciais 2001


0 comentários blogger

Enviar um comentário