Festa do Corpo de Deus - Montalvam

Páginas

20 junho 2019

Textual description of firstImageUrl

Festa do Corpo de Deus

20 junho 2019 0 Comentários
A MAIS IMPONENTE PROCISSÃO DEPOIS DA SEMANA SANTA.



Com características distintas. Depois das procissões relacionadas com a Páscoa onde imperava a tristeza, agonia e desespero pela morte de Jesus, o Corpus Christi era uma procissão para celebrar a alegria. Corpo de Cristo traduzido para português como um inacreditável «Corpo de Deus» quando o que se celebra é o mistério da Eucaristia de «Quinta-feira Santa»: o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.  


O «Corpo de Deus" é celebrado 60 dias depois da Páscoa, ou seja numa simbólica quinta-feira, depois do domingo seguinte (o da Santíssima Trindade) que se segue ao Domingo do Pentecostes. Consta que a primeira procissão devidamente consagrada com um ostensório realizou-se em 1274, ou seja, contemporânea da fundação de Montalvão.

A «Procissão do Corpo de Deus» dependendo da Páscoa pode realizar-se entre 21 de maio e 24 de junho. Em 2020 será a 11 de junho. É uma procissão/comemoração de verão, da luz e do calor.  

Nos primórdios do Cristianismo celebrava-se praticamente só a vida de Jesus. Só mais tarde, com destaque para a Idade Média e tempos seguintes, o Culto Mariano viria a equiparar-se e mesmo suplantar tendo em consideração as visões que passaram a ser de alguém com vestes compridas, relacionadas com a Virgem Maria.



A Procissão percorria o percurso habitual depois da Missa na Igreja Matriz e estava organizada como as grandes procissões dos Passos (clicar) ou da Quaresma (clicar).




Eis Montalvão cuja origem remonta ao mais puro rito do Cristianismo Templário. As actividades humanas decorriam pontuadas pelas cerimónias do Divino

0 comentários

Enviar um comentário